Blog Curiosidades Indústria

Heroínas que mereciam ser escolhidas em suas obras!

©Shaft/Naoshi Komi | “Menção honrosa a Kosaki by editor”

Normalmente, costumo dizer que tenho algo chamado como “síndrome do coadjuvante”, que, em poucas palavras, é basicamente uma “tara” em sentir interesse pelas personagens secundárias ao invés das principais, o que acaba sempre sendo problema, em especial, com anime harém.

Pensando nisso, decidi reunir cinco das personagens secundárias que não mereciam ter sido dispensadas, seja pelo fato delas serem best girls, ou pela heroína principal ser um “porre”.

Utaha Kasumigaoka (Saekano)
©A-1 Pictures/Kurehito Misaki/Fumiaki Maruto

Por mais que eu goste bastante da Katou, a Utaha é minha personagem favorita de Saekano, não tem como deixar de ficar um pouco decepcionado com a rejeição dela.

Felizmente, ela não chega a sofrer muito com as decisões do protagonista, já que tem uma personalidade mais madura em relação a isso (um dos motivos de eu gostar dela).

Asuka Mishima (Kimi no Iru Machi)
©Gonzo/Kouji Seo

Kimi no Iru Machi é um anime/mangá com muitas idas e vindas no romance principal, mas umas das piores, na minha opinião, fica por conta da Asuka.

A garota era super gente boa, além de fazer um ótimo par com o protagonista, mas é trocada no meio da história pela volta da heroína principal; sendo que o protagonista não faz essa separação muito bem, o que acaba deixando um gosto bem amargo na boca.

Hasuki Komai (Kishuku Gakkou no Juliet)
©LIDENFILMS/Yousuke Kaneda

Hasuki é uma daquelas personagens alegres e divertidas que vai aos poucos ganhando sua atenção e se tornando muito carismática.

Por mais que não consiga tomar o lugar da Persia no romance, ainda é uma pena ver a situação dela em relação ao protagonista e seus sentimentos, principalmente, por ela acabar colocando a amizade acima do que sente.

Ruri Gokou/Kuroneko (Ore no Imouto ga Konna ni Kawaii Wake ga Nai)
©A-1 Pictures/Tsukasa Fushimi/Hiro Kanzaki

Eu não sei nem por onde começar a xingar, pois essa foi, de longe, a minha maior decepção em romance de anime.

Além de criar um namoro bacana entre o protagonista e a personagem, a forma como ele acaba é feita na base do auto-sacrifício. Em síntese, tudo isso para o protagonista ficar com a pior garota, que para inicio de conversa nem deveria ser uma opção.

Rem (Re:Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu)
©White Fox/Tappei Nagatsuki/Shinichirou Ootsuka

Entrando fácil como uma das cenas (espera, cena não, episódio inteiro) mais bonitas (o) de Re:Zero, a confissão da Rem; seguida pela resposta do Subaru é algo bem doloroso de assistir.

Mesmo eu tendo uma certa preferencia pela Emília, não tem como deixar de querer ver a Rem se dando bem no final, principalmente, por ela ter sido um dos maiores apoios do protagonista durante aquele arco.

Conheça mais curiosidades sobre a indústria dos animes.
Veja mais listas como esta.
Re:ZeroSaekano e a segunda temporada de Oreimo estão disponíveis no catálogo do serviço de streaming Crunchyroll.
Boarding School Juliet está disponível no catálogo do serviço de streaming Amazon Prime Video.

Posts relacionados