Análises Semanais Animes Blog

Hitoribocchi no Marumaru Seikatsu | Episódios 2 a 4: timidez extrema!

©C2C/Katsuwo | “A tímida, a durona e a coitada!”
Hitoribocchi no Marumaru Seikatsu | Episódio 2 – Na verdade, queria agradecer  <> Episodio 3 – Tentativas de comunicação girando em falso  <> Episodio 4 – Serei sua aprendiz!

*Nota: Hitoribocchi está sendo acompanhado semanalmente aqui no blog, ou seja, a cada episódio; uma análise.

*Nota II: caiu de paraquedas aqui e não sabe do que o anime se trata? Confira as nossas primeiras impressões a respeito – Hitoribocchi.


Animação e trilha sonora

De um ponto técnico, os episódios foram praticamente iguais. Mudando apenas o enredo e seus pontos principais, que, por sua vez, conseguiram ser muito bem feitos – apesar de semelhantes. Também houve algumas mudanças de cenário. Não restringindo-se apenas a escola. Sendo assim, há uma pequena diversidade visual. Que acaba ajudando para que tudo não soe repetitivo demais. 

A trilha sonora dos irmãos Takada consegue passar o clima calmo e tranquilo das cenas. Sendo uma comédia/slice of life; não se pode esperar uma trilha sonora “epicamente” incrível com temas orquestrados, plateia de fundo (acho que me empolguei). Porém, vale ressaltar as musicas tocadas nos momentos fofos de timidez da Bocchi. E também para a presença da bossa nova, isso mesmo, Brasil presente. 

"Você me paga!"
©C2C/Katsuwo | “Você me paga!”
As três patetas? 

No segundo episódio, tivemos Bocchi preocupada (novidade?) com sua amiga devido ao ocorrido do primeiro episódio. É interesse o vislumbre que temos, mesmo que ínfimo, da protagonista evoluindo quanto a sua timidez. Afinal, ela acabou se aproximando de Aru (a coitada da história). Uma amizade que começou por acaso, porém, que agregou bastante para o crescimento da personagem. 

Entretanto, talvez o auge da fofura seja o episódio três. A Bocchi vestida de ursinho para receber as amigas. Eu esperava qualquer coisa, sério, qualquer outro ritual maluco… menos isso. Sobretudo, a mocinha ainda fica afastada do colégio devido a um resfriado. A insegurança dela fica ainda mais nítida, pois a mesma não parou de mandar mensagens para as suas amigas. (Não me esqueçam, sou eu, Bocchi!).

Outro ponto notável foi a Nako e sua aura de “badgirl”. Ela não só mantém os outros alunos afastados, como também consegue por sua professora para correr (mesmo que sem querer); nunca vi uma professora tão medrosa como aquela. Até parece que mora no Rio de Janeiro ao invés do Japão.

Estrangeira do “bait”

No episódio mais recente, a tal estrangeira, finalmente, ganhou sua estreia oficial. E que surpresa! A opening tem uma cena da Sotoka fazendo uma “arte ninja”. Sinceramente, pensei que ela fosse uma ninja ou algo desse tipo. Porém, fui surpreendido pelo fato dela querer ser uma aprendiz. Ela, indubitavelmente, está no caminho correto. Afinal, conseguiu perceber a agilidade “ninja” da Bocchi para fugir das multidões.

De toda a forma, Bocchi meteu-se em uma encrenca. Uma vez que terá de ser a professora de Sotoka, mesmo sem nenhuma habilidade ninja. Entretanto, há certas coisas que vêm para o bem. E esse foi o caso, pois a mocinha adquiriu mais que uma amiga; uma discípula!

Não pude deixar de me lembrar de Mob e Reigen. Porém, o Reigen era realmente um charlatão lá em Mob Psycho 100. Aqui, a Bocchi tem muito mais “pureza” do que o mestre Reigen. Com isso, nossa protagonista tentará passar alguns “ensinamentos”; mas devido a sua timidez e insegurança, poderá ser complicado.

Em linhas gerais

A comédia nos episódios 2 e 3 estava muito boa. Todavia, senti uma queda no último episódio lançado; e isso tirou um pouco do “gostinho”. Porém, ainda é divertido de assistir se for visto de uma forma mais tranquila. Sem esperar muito e se surpreender com pequenas coisas (isso também vale como critica a essa temporada de primavera que está muito fraquinha).

Minha nota para essa tríplice de episódios é a mesma. Por mais que um ou outro seja inferior em determinado ponto. Agora, espero que a Nako consiga superar essa aura “maligna”, que a Bocchi faça mais amigos, e que a Aru deixe de ser uma coitada. 

Nota: B – Red Velvet


Menina brilhosa.
©C2C/Katsuwo | “Esse episódio recebe o selo “menina brilhosa” de qualidade.”

Hitoribocchi no Marumaru Seikatsu está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados