Análises Semanais Animes Blog

Kaguya-sama: Love is War | Episódio 5: Shirogane e Fujiwara-sensei

©A-1 Pictures/Akasaka Aka
Kaguya-sama: Love is War | Episódio 5 – Kaguya quer lidar com tudo/Miyuki Shirogane quer aparecer/Kaguya quer ser coberta

*Nota: Kaguya-sama: Love is War está sendo acompanhado semanalmente, ou seja, toda semana; uma análise.


Sobre o episódio

Retornamos, então, com mais uma cobertura semanal de Kaguya-sama! Desde já, adianto que o maior destaque do episódio foi a parte técnica. Esse fator será comentado melhor em um tópico específico; mais abaixo. Mas não se preocupem, isso não significa que o enredo estava abaixo da média — muito pelo contrário, na verdade.

Para início de conversa, os trajes sazonais da escola mudaram. Apesar de eu preferir o design dos uniformes de inverno, admito que não é nada mal ver os braços expostos das garotas; se é que vocês me entendem. Junto a isso, tivemos três histórias bem divertidas, como sempre.

O primeiro foi bem interessante, pois fez ligação com os ocorridos do episódio 2; sempre acho engraçado o pessoal dessa escola ir buscar conselhos amorosos com o casal mais enrolado do universo. Porém, a coisa que tornou interessante o fato da Shinomiya aconselhar aquela garota é que o problema dela é resultado dos conselhos que o Shirogane deu ao namorado dela, anteriormente. Além de reforçar que nenhum episódio deve ser pulado, ainda traça um paralelo entre o casal enamorado e os protagonistas. Sentimos como se eles fossem “apadrinhados” pelo Miyuki e pela Kaguya.

Além disso, adorei a referência à fenomenal ending da Chika com a estréia dela como “Love Tantei” (Detetive do Amor, em tradução literal). Também tivemos mais uma amostra de que os sentimentos da Kaguya estão crescendo (tanto que ela “perde” a love war). Já o segundo caso, consistiu em uma engraçada interação entre o não tão bom em vôlei Shirogane e sua treinadora Fujiwara. Por último, tivemos o típico episódio do guarda-chuva, que, foi eventualmente engraçado e fofo.

Sobre a parte técnica

Antes de mais nada, não é segredo para ninguém que Kaguya-sama é uma das melhores produções visuais da temporada — perdendo apenas para Mob Psycho 100 e, talvez, Dororo. Isso se deve, majoritariamente, aos maravilhosos layouts e à criativíssima direção do Omata Shinichi — vulgo Mamoru Hatakeyama. Esse episódio cinco, no entanto, teve claramente um elemento a mais que os anteriores; a quantidade maior de sakugas (animação fluida). Isso fica bem óbvio, por exemplo, na cena de vôlei na segunda parte do episódio, que, contou com movimentações bem detalhadas nos momentos esportivos e cômicos.

O diferencial desse episódio pode ser justificado pelo fato de que seu storyboarder foi ninguém mais, ninguém menos que Oikawa Kei; ora, ele é simplesmente o ace do estúdio Feel, sendo responsável pela direções de obras como Hinamatsuri e Oregairu Zoku, ambas primorosas tecnicamente. Sua experiência e habilidade com comédias e romances é invejável, sempre que ele está envolvido em algo do tipo, temos um espetáculo de character acting. A colaboração dele com um cara singular como um Hatakeyama, foi, portanto, muito bem-vinda.

Ademais, só para não deixar passar em branco, a direção do episódio ficou a cargo de Tobita Tsuyoshi. Ele foi co-diretor do belo episódio 1 de Sword Art Online: Alicization, obra que também está sendo acompanhada pelo Café Stile. Então, obrigado pela preferência e até próxima semana!

Nota: A – Brownie de chocolate com calda de caramelo


©A-1 Pictures/Akasaka Aka | “Esse episódio merece uma Kaguya corada sorrindo :D”

Kaguya-sama: Love is War está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados