Blog Primeiras Impressões Temporada de Outono

Primeiras Impressões: Sword Art Online: Alicization

©A-1 Pictures/Reki Kawahara
Sword Art Online: Alicization – Descrição técnica 

Diretor: Manabu Ono
Autor original: Reki Kawahara
Estúdio: A-1 Pictures
Adaptado de: Light Novel
Data de estreia: 06 de outubro
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia, Jogo, Romance

Estreou! Estreou! SAO Alicization chegou com o pé na porta, meus caros leitores. Repensem o que vocês entendem sobre animação, repensem o que vocês tinham de impressões sobre Sword Art Online até agora. Confira a opinião de nossa staff.

Breno Santos – CEO do Café Stile 

INCRÍVEL! Sim, caixa alta na primeira palavra, pois necessito frisar; o que vocês estão prestes a ver na tela, não é algo comum para animes de TV. A animação está sensacional! Padrão filmes. A fotografia está impecável e background art mais impecável ainda. O que falar do character design? – Sem palavras. Eu sei que eles não vão conseguir manter esse nível até o final da série, entretanto, a animação calou a boca de muita gente.

Sobre o enredo, como leitor da obra original, a obra está adaptada linearmente. Todavia, há uma sequência que introduz novamente os personagens principais que não tem no material do tio Reki. As analogias do Soul Translate e do Fluctlight são totalmente plausíveis com o que temos na vida real – a questão de acharmos que estamos sonhando por horas, todavia, estarmos apenas sonhando por alguns minutos.

Animação impecável, produção impecável, enredo muito bom – estamos falando do melhor arco de SAO, certo? – e a abertura da diva LiSA. Claro, SAO sem ela não é a mesma coisa. Assistam meus nobres, e vão sem medo de serem feliz.

Nota: 5/5 – Expresso Macchiato

©A-1 Pictures/Reki Kawahara | “Alice rainha, o resto é nadinha!”
Jacó Neto – Redator do Café Stile

Após quatro anos de espera, um dos animes mais populares da história recebe sua tão aguardada terceira temporada. Muitos estavam receosos devido à troca de diretores, mas digo, sem medo, que isso não interferiu negativamente sua produção. Na verdade, se compararmos com as temporadas anteriores, notamos que Alicization deu um belo upgrade visual. Cenários, estética, animação (especialmente os momentos de character acting na primeira metade), tudo ficou ótimo — praticamente o mesmo nível de Ordinal Scale.

Já em relação à trama, creio que foi a que achei mais interessante da franquia. Isso se deve, principalmente, ao intrigante conceito das fluctlights. Sério, dá para imaginar muita coisa interessante a partir daquilo. Gostei da estrutura do episódio, porém, os vários diálogos expositivos em alguns momentos me incomodaram um pouco por não soarem nada naturais. Terminamos com um agonizante cliffhanger, que cumpre seu papel de nos deixar ansiosos pelo próximo episódio.

Nota: 4/5 – Café au lait

©A-1 Pictures/Reki Kawahara | “Olhem isso, meus nobres!”
David Gutierres – Programador do Café Stile

A animação do estúdio A-1 Pictures superou as minhas expectativas em relação ao episódio. O character design dos personagens foi extremamente bem feito e o background das cenas fora de serie. A terceira temporada, provavelmente, vai superar as anteriores facilmente em todos os quesitos.

Nota: 5/5 – Expresso Macchiato

©A-1 Pictures/Reki Kawahara | “Background art, alô mundo!!”
Pedro Guaraná – Podcaster do Café Stile

Sword Art Online volta com a série para televisão após um hiato de quatro anos, e não poderia voltar de forma melhor. A direção de Manabu Ono superou minhas expectativas. Várias pessoas estavam preocupadas com a troca de direção, mas eu diria que ela não influenciou de forma negativa, muito pelo contrário, elevou bastante o enredo em comparação ao inicio da novel.

Em quesito técnico, a estética do anime está linda, os backgrounds são fantásticos e o estilo de fotografia de Kentaro Waki se faz muito presente (o seu estilo de fotografia cinematográfica é absurdamente bonito).

Não tivemos tantas cenas de ação nesse episódio, podemos até citar a batalha área dos dragões ou as cenas dos personagens em Gun Gale Online, que trouxe o clássico ”Switch” de Kirito e Asuna, se utilizando muito bem do Background CGI com os efeitos; tanto os das espada, quanto o da fumaça e da água em si.

Mas no final, o que mais me impressionou na animação foram os ”Character Acting” durante a primeira metade do episódio. Na opening, minha parte favorita é o ”Hand Shake’‘ de Kirito e Eugeo, não tenho certeza, mas me pareceu obra de Keisuke Kobayashi, levando em consideração essa cena. O episódio terminou deixando aquela vontade de quero mais, os 47 minutos passaram rápido; e eu, que, sempre fui duro nas críticas quanto as duas outras temporadas, fiquei na expectativa pelo próximo episódio.

Nota: 4/5 – Café au lait 

©A-1 Pictures/Reki Kawahara | “Meus amigos, olhem isso!!”

Nota média da Staff: 5/5 – Expresso Macchiato

©A-1 Pictures/Reki Kawahara | “Olhem esse storyboard que absurdo!”

Sword Art Online: Alicization está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados