Blog Primeiras Impressões Temporada de Inverno

Primeiras Impressões: Egao no Daika

©Tatsunoko Production/Toshimasa Suzuki
Egao no Daika – Descrição técnica

Nome alternativo: The Prince of Smiles
Diretor: Toshimasa Suzuki
Estúdio: Tatsunoko Production.
Adaptado de: (–) obra feita originalmente para TV
Data de estreia: 04 de Janeiro
Gênero: Drama, Fantasia, Militar, Slice of Life 

A temporada de inverno de 2019 não está dispondo muitos títulos. O que nos leva a ser mais seletivos ou, até mesmo, acompanhar quase tudo que ela oferta. Todavia, Egao no Daika não estreou com o “pé direito”. Confira a opinião de nossa staff.


Breno Santos – CEO do Café Stile 

O anime tem um visual bonito. Isso é inegável, mas nada acima dos padrões. O que mais me agradou foram os momentos de character acting na Yuuki, a protagonista do enredo. A movimentação dela – até mesmo o balanço de seus cabelos estava “redondinho”. Entretanto, isso não foi o suficiente para empolgar. A obra soma no lado visual, mas peca em questão de roteiro.

©Tatsunoko Production/Toshimasa Suzuki | “Gostei muito dessa arte!”

script desse primeiro episódio, sinceramente, não funcionou comigo. Talvez a produção melhore caso a princesa não fique na posição de “donzela indefesa”. Sobretudo, analisando todo o contexto batalhas de robôs; aliados a uma ambientação bacana, mas mal-aproveitada, a obra não conseguiu ser muito atrativa.

Nota: 1/5 – Descafeinado 


Éder Rodrigues – Redator do Café Stile

Não estava dando nada para esse anime, pois lendo a sua sinopse, vi que era apenas mais uma obra onde veremos mais do mesmo sobre princesas, reinos e corridas armamentistas. E, para a minha surpresa, não é que eu estava certo? Foi um primeiro episódio bem fraco e exatamente na minha expectativa.

As situações dispostas foram bem chichês e sem nenhuma profundidade. Eu, até agora, não entendi o que realmente o anime quer nos contar, pois é algo confuso e que não fica bem-explicado. Uma coisa, minimamente, interessante, que, poderia ser explorada com mais fulgor; trata-se da monotonia referente à princesa Yuuki.

©Tatsunoko Production/Toshimasa Suzuki | “Mais um anime de briga de robôs…”

Em suma, personagens clichês demais, não que isso seja um problema, porém, é muito mal-executado. Existem outras coisas que podem surpreender, pois é uma obra original do estúdio, então não temos base sobre o que esperar. Recomendo a regra dos três primeiros episódios para ter a real nuance.

Nota: 2/5 – Café sem açúcar 


Christian Alves – Redator do Café Stile 

O anime já começou diferente por se passar em um outro mundo, entretanto, o que realmente se destacou foi a protagonista, que, ao meu ver, é muito carismática e moe. Gostei bastante do amigo de infância dela. Ao decorrer do episódio, ocorreu um grande aproveitamento do mesmo, porém, não sabemos nada sobre seu passado.

©Tatsunoko Production/Toshimasa Suzuki | “É waifu que se fala?!”

Foi usado bastante CGI nesse episódio. Provável que se mantenha assim por ser focado em Mecha, espero que fique bom, pois esse primeiro episódio não foi dos melhores. Há um bom potencial na obra, principalmente, por se tratar de uma “criança” governando um país.

Nota: 3/5 – Café expresso
Nota média da Staff: 2/5 – Café sem açúcar


©Doga Kobo/Tsukasa Unohana | “A Kohane diz que esse anime não foi lá muito agradável…”

Egao no Daika está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados