Blog Primeiras Impressões Temporada de Outono

Primeiras Impressões: Kaze ga Tsuyoku Fuiteuru

©Production I.G/Shiwon Miura
Kaze ga Tsuyoku Fuiteiru – Descrição técnica

Nome alternativo: Run with the Wind
Diretor: Kazuya Nomura
Autora original: Shion Miura
Estúdio: Production I.G
Adaptado de: Novel
Data de estreia: 03 de outubro
Gênero: Drama, Esportes

Depois de algum tempo, o mítico estúdio especializado em animes esportivos, Production I.G, nos trás algo novo e diferente. Um anime de maratona – esse é Kaze ga Tsuyoku. Confira a opinião de nossa equipe.

Breno Santos – CEO do Café Stile 

A obra já começa arrasando com sua abertura – animada e agitada; como todo bom anime de esporte pede. A animação executada pelo estúdio Production I.G não decepciona, seguindo a linha de movimentação muito bem feita. A premissa da obra é o tanto quanto interessante. Um protagonista que quer participar de uma maratona, entretanto, que aparente ter alguns problemas em seu passado que o impedem.

Todos os personagens apresentados são engraçados, apesar de alguns serem caricatos, o roteiro te prende para que você queira saber qual a história de cada um ali. Além disso, tratar de estudantes do ensino superior é outro fator legal, pois sai do padrão de animes do ensino médio.

Nota: 4/5 – Café au lait 

©Production I.G/Shion Miura | “O protagonista esperançoso!”
Jacó Neto – Redator do Café Stile 

E finalmente o Production I.G resolve nos agraciar com mais um de seus ótimos animes de esporte! Logo após seu trabalho em obras como Kuroko no Basket, Haikyuu e Ballroom, nos trazem uma temática diferente: maratona. Conforme o esperado, eles nos entregaram uma produção inegavelmente muito boa. O enredo também se mostrou interessante, embora eu tenha achado alguns personagens demasiadamente caricatos.

Devo destacar, principalmente, a direção e a animação. A fotografia ficou muito bem-administrada, e conseguiram deixar o design dos personagens com um traço firme e consistente (vale salientar que, apesar de serem parecidos, não é do mesmo character designer de Haikyuu). Ademais, houve várias cenas com key animations elaboradas e realistas, como quando o protagonista está correndo. Ela foi feita pelo animador principal da obra, o ótimo Takashi Mukouda.

Nota: 4/5 – Café au lait

©Production I.G/Shion Miura | “O corredor iluminado!”
Éder Rodrigues – Redator do Café Stile 

Esse anime já conta com uma premissa, no mínimo, interessante e que, eu, particularmente, nunca vi: um anime com temática de maratona. Eu gostei do que foi apresentado, apesar do início ter um ritmo bastante corrido (sem trocadilhos com um anime de maratona). Seu visual me lembrou bastante um outro anime do Production I.G. de nome Ballroom e Youkoso, lançado em 2017. É diferente, mas não é ruim, eu gostei, apesar de algumas cenas estarem bem fracas tecnicamente e com uma animação ruim.

Somos apresentados a vários personagens, e cada um carregando características próprias. Este episódio teve até plot twist, para conectar com o foco da obra – que é a maratona. Tenho grandes expectativas para esse anime, ainda mais se levarmos em conta a criadora original da obra, que é a Shion Miura. Ela foi a responsável por Fune wo Amu, que é bem-interessante. Estou acreditando que o anime só crescerá, e provavelmente vai adaptar até o final da novel – que contou com 50 capítulos.

Nota: 4/5 – Café au lait

Production I.G/Shion Miura | “Vai correndo assistir esse anime!”

Nota média da equipe: 4/5 – Café au lait

Kaze ga Tsuyoku Fuiteru está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados