Blog Primeiras Impressões Temporada de Inverno

Primeiras Impressões: My Roommate is a Cat

©Zero-G/As Futatsuya/Tunami Minatuki
My Roommate is a Cat – Descrição técnica 

Nome original: Dōkyonin wa Hiza, Tokidoki, Atama no Ue.
Diretor: Kaoru Suzuki
Autor original: As Futatsuya (ilustração); Tunami Minatuki (roteiro)
Estúdio: Zero-G
Adaptado de: Web Mangá
Data de estreia: 09 de janeiro de 2019
Gênero: Comédia, Slice of life

Breve introdução à obra: o escritor de novels, Subaru Mikazuki, é tímido e não se dá bem com outras pessoas. Até que ele encontra um gato e o leva para casa. Eis que ambos começam a conviver juntos e, obviamente, descobrir o quão isso pode ser proveitoso. My roommate is a cat consegue ser bem relaxante.


Marcelo Almeida – Redator do Café Stile 

O início pode ser um pouco calmo demais, principalmente, pela personalidade do protagonista ser um pouco rabugenta, mas a partir do momento que a gata começa a ganhar voz, as coisas ficam infinitamente melhores, e o resultado final é um slice of life bem divertido; que promete misturar um pouco de aprendizagem pessoal com leves doses de drama.

©Zero-G/As Futatsuya/Tunami Minatuki | “Fofo!”

Nota: 4/5 – Café au lait 


Éder Rodrigues – Redator do Café Stile 

Quem imaginaria que uma história de um gato e um humano poderia ser tão bem construída e bonita. Esse primeiro episódio me chamou à atenção por alguns fatores.

Subaru é um escritor, que, perdeu os pais em um acidente. Ele sempre foi uma pessoa reclusa, mas, após esse evento, se tornou mais. A evidente obsessão de Subaru para com o trabalho mostra a verdade de uma sociedade cada vez mais factível com resultados imediatos, e isso é uma ideia interessante dessa abordagem.

Ademais, quando o gatinho entra na vida do Subaru, evidenciamos, aqui, uma grande particularidade: a gratidão. E isso foi um dos pontos chaves desse primeiro episódio. Para ambos, abriu-se uma nova perspectiva sobre a vida.

©Zero-G/As Futatsuya/Tunami Minatuki | “Ótima relação!”

Outro ponto interessante, é o da perspectiva. Na maior parte do episódio, vemos todas as coisas sobre a ótica de Subaru. Em outra, as mesmas situações sobre a visão do gato. E, meus amigos leitores, que bonito foi ver essa relação ser construída, apesar de apressada.

Sua staff está bem bacana, com um diretor que não é tão bom assim, mas que nas partes onde tem que carregar um pouco mais de drama, ele sabe fazer, assim como aconteceu em Dive; onde ele também foi diretor. Seu visual está bem bacana para um anime de comédia, e o estúdio, Zero-G, a cada anime, vem melhorando visualmente.

Está mais que recomendado esse anime. Vou assistir para conferir essa relação que tem tudo para ser um dos melhores slice of life da temporada. A sua proposta é diferente e isso é um atrativo a mais para obra.

Nota: 4/5 – Café au lait 


Breno Santos – CEO do Café Stile 

Como um amante de gatos, acreditem, houve uma época na minha infância que eu cheguei a ter cinco gatos dentro de casa. Devo dizer que gostei bastante. A premissa, em primeira instância, não é nada atrativa. Porém, é um anime que precisa de imersão.

©Zero-G/As Futatsuya/Tunami Minatuki | “Imersão para entender o máximo desse companheirismo!”

É aquela famosa produção da temporada que você tem que ver em um lugar silencioso, longe de tudo e de todos. Assistir, compreender e sentir o conforto proporcionado por algo tão leve e apreciativo. O gato me lembra bastante o Garfield. Se ele começar a gostar de lasanha, pode ter certeza que as coisas vão ficar ainda mais engraçadas.

Além do anime me lembrar as saudosas tirinhas do gato laranja, também associei aos bons quadrinhos de Snoopy e seu dono, Charlie Brow. Outra prova imensa de amizade.

Nota: 3/5 – Café expresso
Nota média da Staff: 4/5 – Café au lait


©J.C. Staff/Hajime Komoshida | “Esse anime recebe o selo notas da Shima de qualidade!”

My Roommate is a Cat está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados