Blog Primeiras Impressões Temporada de Outono

Primeiras Impressões: SSSS.Gridman

©Trigger/Akira Amemiya
SSSS.Gridman – Descrição técnica

Diretor: Akira Amemiya
Estúdio: Trigger
Adaptado de: (—) Obra feita originalmente para TV
Data de estreia: 06 de outubro
Gênero: Ação, Ficção científica, Mecha

Um nome complicado, não? SSSS.Gridman chega como a produção do estúdio Trigger para essa temporada, todavia, é tão promissora assim essa obra? Confira a opinião de nossa staff.

Christian Alves – Redator do Café Stile 

Logo no início, acabei ficando um pouco confuso junto com o protagonista. Depois, o mesmo aparece já sem memória nenhuma de sua vida e isso deixa aqueles mistérios no ar.

Gostei muito da interação entre o protagonista Yuuta e a Rikka; isso irá gerar algumas cenas engraçadas. Falando em comédia, esse início não teve praticamente nenhuma, apenas algumas cenas “engraçadinhas” ao decorrer do episódio. Obviamente, não é o foco do anime.

Ele corre um pouquinho e te apresenta o Gridman. Continuei confuso, afinal, o que realmente é aquilo Obviamente, irá ser explicado ao decorrer dos episódios.

Nota: 3/5 – Café expresso

©Trigger/Akira Amemiya | “Loucura, loucura!”
Breno Santos – CEO do Café Stile

Como não reconhecer o character design do estúdio Trigger? Eles é marcante; essa harmônia entre traços cartunescos e de anime é realmente um encanto. Entretanto, a obra está aqui com um proposito – lhe fazer pensar. Na realidade, todo anime de Mecha gosta de trabalhar com isso. E o diretor, Akira Amemiya, que já é meio “fora da casinha”, deixa o telespectador extremamente confuso no primeiro episódio.

Comparado ao hit desse ano (feito em parceria com o A-1 Pictures– Darling in the FranXX – a obra está muito aquém do esperado. Sinto que o estúdio tem capacidade de fazer algo melhor; tenho confiança que as coisas podem melhorar subsequentemente. Porém, o início não me agradou.

Nota: 2/5 – Café cortado

©Trigger/Akira Amemiya | “Traços impossíveis de não serem reconhecidos!”
Felipe Novais – Facebook do Café Stile

Sou um pouco suspeito para analisar um anime mecha; por já não ter uma boa opinião formada sobre esse estilo. Como já esperava, não foi algo que me agradou devido a animação e todo a história. Um personagem que, aparentemente, acorda no corpo de outra pessoa (???? – não entendi bem essa parte); sendo tratado como se tivesse perdido a memória.

Toda a história é meio comum e não me motivou a continuar, entretanto, como já disse, não sou a melhor pessoa para se escutar quando se trata de um mecha, para aqueles que gostam do estilo, deve ser considerado de genérico para bom.

Nota: 2/5 – Café cortado

©Trigger/Akira Amemiya | “Quando você acorda de manhã – perdido – para ir à escola”

Nota média da Staff: 2/5 – Café cortado

Posts relacionados