Blog Primeiras Impressões Temporada de Outono

Primeiras Impressões: Uchi no Maid ga Uzasugiru!

©Doga Kobo/Kanko Nakamura
Uchi no Maid ga Uzasugiru! – Descrição técnica 

Nome alternativo: UzaMaid
Diretor: Masahiko Ohta
Autora original: Kanko Nakamura
Estúdio: Doga Kobo
Adaptado de: Mangá.
Data de estreia: 05 de outubro.
Gênero: Comédia, Shoujo Ai, Slice of life 

Uma ex-funcionária das forças armadas que vira uma empregada? UzaMaid traz uma comédia em ótimo time e personagens cativantes. Confira a opinião de nossa equipe.

Éder Rodrigues – Redator do Café Stile

Olha, devo dizer para vocês, meus caros leitores, que eu me surpreendi muito com UzaMaid. E positivamente. De uma maneira geral, eu gostei de como a obra é bem trabalhada, tanto em personagens, como é o caso da Misha e da Tsubame, como na comédia – que eu achei muito boa. O time cômico deste diretor é ótimo. Seu visual está muito bom para um anime de comédia, onde isso não é tão importante assim.

É muito interessante notar a sutileza nos pequenos detalhes; isso faz com que te prendam a obra, não é só pirraça da protagonista, mas tem algo que a faz ser assim. Fora o caso da Tsubame, que é uma ex-militar, obcecada por garotinhas, uma famosa lolicon (que a própria Misha fala isso) é um detalhe sensacional, para o que a obra propõe, e deixa uma pequena explicação do porquê ela é tão obcecada com isso. Super recomendo e espero que mantenham a qualidade nos próximos episódios.

Nota: 5/5 – Expresso Machiatto

©Doga Kobo/Kanko Nakamura | “Misha in Sherlock Holmes mode”
Jacó Neto – Redator do Café Stile 

Devo parabenizar ao estúdio Doga Kobo pela boa produção desse primeiro episódio. Através de sakugas muito bem-elaborados de character acting, especialmente o da cena em que a loli se assusta com a “maid-stalker” e foge pelo corredor, conseguiram passar muito bem a movimentação cômica necessária para esse tipo de anime.

Entretanto, essa foi literalmente a única coisa que me agradou no episódio inteiro. Diferentemente do que ocorreu a outras pessoas, sua comédia simplesmente não bateu com meu senso de humor, e isso foi fatal para a minha experiência com a obra. Se você está interessado em ver uma comédia sobre uma empregada lolicon, só vai, mas eu fico por aqui mesmo.

Nota: 2/5 – Café cortado

©Doga Kobo/Kanko Nakamura | “O que está acontecendo aqui?!”
Breno Santos – CEO do Café Stile 

Uma animação boa. É isso que tenho a dizer sobre o trabalho do estúdio Doga Kobo. A premissa é ótima, e soa engraçada desde o início com a empregada lolicon (????). Dispondo de excelentes frames caricatos – reforçando a comédia – e excelentes personagens, o anime chega para fazer frente e se posicionar como uma das melhores comédias desse ano de 2018.

Entretanto, é interessante frisar que há um passado meio dramático por trás de Misha – e mal posso esperar para descobrir – isso deixa o enredo mais cativante. Pequenos detalhes de continuidade estão muito bem feitos; por exemplo, quando Misha molha Tsubame com um balde de lama – o sofá ficou molhado até o final do episódio. Esses pequenos detalhes, são os que fazem qualquer produção crescer.

Nota: 5/5 – Expresso Machiatto

©Doga Kobo/Kanko Nakamura | “Aquele estilo padrão de abertura”

Nota média da equipe: 4/5 – Café au lait

Uchi no Maid ga Uzasugiru! está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados