Animes Blog Reviews

Review: Chio-chan no Tsuugakuro

©Diomedea/Tadataka Kawazaki
Chio-chan no Tsuugakuro – Descrição técnica 

Nome alternativo: Chio’s School Road
Diretor: Takayuki Inagaki
Autor original: Tadataka Kawazaki
Estúdio: Diomedea 
Adaptado de: Mangá
Gênero: Comédia 

Personagens

O que você espera em uma anime de comédia? Rir, certo? Essas personagens de Chio-chan são extremamente engraçadas e têm um time cômico ótimo. A protagonista está sempre nas piores situações possíveis, entretanto, sorriso no rosto é o que ela não deixa de lado. A sua melhor amiga, Manana – espera, melhor amiga? – há alguns momentos que você questiona se ela é amiga de verdade mesmo, todavia, tudo a favor do roteiro e das piadas. 

©Diomedea/Tadataka Kawazaki | “Yuki-chan, nossa velocista vulgar!”

Merecem destaque: Chio Miyamo e Manana. 
Surpreenderam: Mayuta Andou, Yuki e Chiharu Andou.
Poderiam ser mais aproveitados: Kushitori.

Mayuta, um bad boy do início da obra, surpreendeu bastante. A princípio, achei que ele seria apenas um character of the day, entretanto, o cara acabou ficando fixo no elenco e, a cada burrada dele, era uma risada para a conta. Yuki-chan, nossa velocista vulgar, também surpreendeu. Ela parecia ser mais uma daquelas com a famosa personalidade “lixo”. Todavia, que amorzinho de pessoa. 

E o que falar da irmãzinha dele? Cara, a Chiharu é a piada em pessoa. As implicâncias dela com a Chio e a rivalidade com a Manana são surreais de tão engraçadas. A Kushitori-senpai poderia ter aparecido mais, uma vez que, o episódio do jogo de kabaddi foi um dos mais engraçados de todos. 

Análise técnica 

O estúdio costuma trabalhar bastante com obras de comédia e, via de regra, a animação está nos padrões que um anime assim precisa. Para dar boas risadas, você não precisa ver “sakugas” o tempo todo na sua telinha, certo? Ressalvo o trabalho do diretor; Takayuki Inagaki já fez storyboard de alguns episódios de KonoSuba. Ou seja, o cara sabe como fazer uma piada ser engraçada. 

©Diomedea/Tadataka Kawazaki | “Não usem drogas, crianças!”

A abertura – Danger in my Tsuugakuro – é muito empolgante e já te coloca no clima para todas as loucuras que Chio e sua trupe irão aprontar. Outrossim, o encerramento – Nanairoad – também é muito empolgante. Vale salientar que, tanto a op quanto a ed são cantadas pelas dubladoras das personagens principais. 

Composição de série

Aqui não há o que falar. O anime segue o formato de esquetes, ou seja, não há um enredo fixo. Todavia, as referências que a obra faz a vários jogos e outros animes (como em um episódio chegou a tocar Blue Bird em referência a Naruto Shippuden), merecem um enorme apreço. 

©Diomedea/Tadataka Kawazaki | “Um momento para refletir no telhado de uma casa.”

Mesmo sendo no formato de esquetes, é legal frisar que os acontecimentos vão sendo mantidos lineares. Em muitos animes assim, cada episódio tem seu enredo e pronto. Em Chio-chan, as ocorrências de episódios passados têm suas devidas consequências. 

Recomendação aos nossos clientes

De fato, Chio-chan não recebeu um bom trabalho de divulgação, entretanto, essa comédia merece a sua atenção. Vem disparado para ser um dos melhores animes de comédia de 2018. Sente na frente do seu computador com seu cafézinho e assista a obra para dar boas risadas e relaxar depois de um dia conturbado. 

©Diomedea/Tadataka Kawazak | “Assistam ao anime, se não a Chiharu vai mostrar o que é dedo no c* e gritaria, literalmente!”

Chio-chan no Tsuugakuro está disponível no serviço de streaming Crunchyroll

Nota: 7.5 – Café submarino/Cappuccino

Posts relacionados