Animes Blog Reviews

Review: Fairy Tail: Final Series

Fairy Tail
©A-1 Pictures/Bridge/Clover Works/Hiro Mashima
Fairy Tail: Final Series – descrição técnica 

Diretor: Shinji Ishira
Estúdios: A-1 Pictures/Bridge/Clover Works
Número de episódios: 51
Autor original: Hiro Mashima
Adaptado de: mangá
Gênero(s): ação, aventura, comédia, fantasia e magia

Fairy Tail: Final Series foi a última temporada do anime e devo dizer que, nesta última parte, a animação e a história deixaram muito a desejar.

Esta temporada, como já foi dito, foi a conclusão de algo que durou 10 anos. Infelizmente, o anime acompanhou seu mangá e nos proporcionou uma temporada bem fraca.

Reintroduções de sobra

Desde os primeiros episódios, já somos reintroduzidos aos personagens principais – Natsu, Happy, Lucy, Erza e Gray. Além disso, a temporada começa a reintroduzir, lentamente, o outro elenco também, que varia entre Wendy, Gajeel, Laxus, Levy e entre muitos outros.

Talvez o mais notável seja a reintrodução de Zeref, agora, ele é um personagem com um propósito e assume o papel de um imperador; ele desenvolveu uma mente mais estratégica e astuta que busca alcançar suas ambições – e isso foi bom.

As adversidades (?)

Do arrogante mago da areia Ajeel às entidades divinas, como God Serena e August, não há dúvida de que a guilda vai superar esses obstáculos com o “poder da amizade”.

Outros, como Brandish e Irene, têm seus próprios relacionamentos complexos com certos personagens, não vou estragar a surpresa, mas digamos que elas são importantes para o tom geral da temporada.

Infelizmente, uma parte decente dos Spriggan é facilmente esquecível, como Jacob, Neihart, Bloodman e Wall Eehto; o anime não trabalhou bem nesta parte.

Também é mais aprofundada a relação entre Zeref e Natsu, com uma história que até certo ponto, foi interessante. Contudo, a questão da amizade superar as adversidades me incomoda bastante.

É entendível, quando uma vez ou outra acontece isso, mas quando é trabalhado massivamente ao ponto de saturação, soa algo preguiçoso e ao mesmo tempo, fraco. Você já sabe o que vai acontecer no final, Natsu irá ganhar e a Fairy Tail sairá vencedora.

Em linhas gerais

A temporada vai direto ao ponto e compromete a maior parte do tempo revelando o que os fãs realmente querem ver (ou não). A primeira metade baseia-se na trama principal, enquanto a segunda metade executa o que estabelece e, finalmente, há a sua conclusão. Pessoalmente, essa parte foi longa e bastante massiva.

Sobre a animação, que é do A-1 Pictures, sinceramente, foi muito fraca e na minha visão, foi a pior temporada de Fairy Tail neste quesito. Muitas cenas estáticas, sem fluidez e com uma animação muito abaixo, principalmente nas lutas principais – as quais poderiam ser mais bem trabalhadas.

A última temporada de Fairy Tail apresenta uma escrita preguiçosa que continua a usar ideias recicladas, o que deixa a obra mais monótona; diferentemente das primeiras temporadas do anime, que foram muito boas.

Nota: 5 – Café au lait (café com leite) 


©LIDENFILMS/matoba | “Essa temporada recebe o selo Myurin e Beel frustrados de qualidade!”

Fairy Tail: Final Series está disponível no catálogo do serviço de streaming Crunchyroll.
Leia mais reviews acessando ao nosso índice.
Confira 
mais reviews referentes ao verão de 2019.
Há mais conteúdo sobre Fairy Tail em nosso site, confira.

Posts relacionados