Animes Blog Reviews

Review: Hensuki

Hensuki
©GEEKTOYS/Seven/Tomo Hanama | “Hensuki com seus momentos vergonha alheia! ~”
Hensuki – descrição técnica

Nome completo: Kawaikereba Hentai demo Suki ni Natte Kuremasu ka?
Nome alternativo:
Are You Willing to Fall in Love with a Pervert, as Long as She’s a Cutie?
Diretor: Itsuki Imazaki
Estúdios: GEEKTOYS e Seven
Número de episódios: 12
Autor original: Tomo Hanama
Adaptado de: light novel
Gênero(s): comédia romântica, ecchi, harém e vida escolar

Hensuki é um anime no qual o protagonista recebe uma carta de amor – sem remetente – acompanhada de uma calcinha; sendo assim, sua vida vira de cabeça para baixo quando ele começa a investigar sobre a suposta “Cinderela” da calcinha.

Personagens pervertidas

Como toda boa comédia, Hensuki dispõe de um vasto “leque” de personagens, em sua maioria femininas, fazendo jus ao harém que nosso protagonista vivência, todavia, não é um harém qualquer.

O que difere este dos demais haréns é a própria construção das personagens – que é muito vasta e diferenciada. Sobretudo, o lado pervertido delas funciona bem dentro do contexto, fazendo-as serem únicas e divertidas.

Hensuki
©GEEKTOYS/Seven/Tomo Hanama | “Briga hahaha ~~”

Sayuki Tokihara é uma das mais pervertidas durante a trama e proporciona inúmeras cenas engraçadas com o protagonista, Keiki Kiriū – um adolescente normal que apenas queria vivenciar um romance jovial, todavia, ele se meteu foi em uma grande enrascada.

Uma das principais suspeitas a Cinderela, além da Sayuki, é uma garotinha chamada Yuika Koga, devido a ela ser muito fofa com o menino, porém, na verdade ela queria escravizar o protagonista, o que abaixou as suspeitas em relação a ela.

Personagens que merecem destaque: Sayuki Tokihara, Yuika Koga e Keiki Kiryū
Surpreenderam:
Mizuha Kiryū, Mao Nanjō e Koharu Ōtori
Poderiam ser melhor aproveitados:
Ayano Fujimoto, Shiho Takasaki e Shōma Akiyama

Mais safadeza

Mao Nanjō é a terceira suspeita, entretanto, as chances diminuíram ao notarmos que a garota adora um yaoi, sendo uma escritora desse tipo de conteúdo; baseando-se no protagonista em um relacionamento homossexual com seu melhor amigo.

Já Mizuha, no início, é a personagem mais normal e “chatinha” do anime, porém, nos últimos episódios, tivemos um foco gigantesco na menina, finalizando a trama em torno dela e também mudando a obra de patamar.

Hensuki
©GEEKTOYS/Seven/Tomo Hanama | “Faltou mais tempo de tela para a menina dos cheiros ~”

Por mais diversificado que seu elenco seja, o anime acaba deixando algumas personagens de lado, e isso passa a ser um problema conforme a trama vai avançando, pois passamos a não acreditar mais que as “garotas sumidas” possam ter escrito a carta.

Enredo

Hensuki não possui o melhor enredo do mundo, porém, está longe de ser algo sem graça, pois o foco da obra é a comedia e a precisão a qual ela foi inserida é impressionante. Existem inúmeras cenas com o propósito de fazer o telespectador rir, e isso seria um problema se a maioria delas não funcionasse.

Felizmente, elas foram muito bem dirigidas e se encaixaram com o que estava acontecendo, deixando engraçado mesmo um acontecimento menos interessante.

O enredo não tem medo de usar a sexualidade de suas personalidades a seu favor, deixando cenas mais engraçadas em alguns aspectos, mas sabemos que cenas muito “eróticas” podem incomodar algumas pessoas e, por mais que a obra use muito esse recurso, ela o utiliza de uma forma não tão explícita, deixando o ecchi menos pesado.

Hensuki
©GEEKTOYS/Seven/Tomo Hanama | “O nome disso é chantagem, alguém chama a polícia? ~”

Se a comédia da obra não fosse tão bem trabalhada, o anime ficaria desinteressante, já que há uma repetição muito grande na ideia de achar a “fulana” que escreveu a carta.

Já o final, em termos de romance concreto, não dispôs de um fechamento; apenas de um leve indício do que poderia acontecer, mas a premissa inicial, que era descobrir a autora da carta, foi resolvida no décimo primeiro episódio, sendo, na minha opinião, o melhor episódio da produção.

Em linhas gerais

Hensuki, ao meu ver, foi o melhor anime de comédia da temporada, tendo suas cenas muito bem dirigidas em uma trama simples, mas divertida. A obra é mais que recomendada para você que gosta de uma comédia romântica com harém ou apenas mais um ecchi escolar – se estiver buscando apenas cenas “picantes”.

Nota: 8 – Cappuccino


©P.A. Works/Toshiya Shinohara | “Este anime merece o selo Hitomi da primavera de qualidade!”

Leia mais reviews acessando ao nosso índice.
Confira 
mais reviews referentes ao verão de 2019.

Posts relacionados