Animes Blog Reviews

Review: Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo

©Studio Deen/Natsume Akatsuki
Konosuba – Descrição técnica

Diretor: Takaomi Kanasaki
Autor original: 
Natsume Akatsuki
Estúdio: 
Studio Deen
Adaptado de: 
Light Novel
Gênero:
 Aventura, Comédia, Fantasia, Magia, Paródia, Sobrenatural

Personagens

Um dos pontos mais fortes da obra é, sem duvidas, os seus personagens; que na maioria são muito carismáticos; principalmente o protagonista: Kazuma e suas companheiras de “guild“. Entre o seu leque, dispomos como principais um humano que morreu de uma forma “inusitada”, uma deusa alcoólatra que, na maioria das vezes, aparenta ter a a mentalidade de uma criança de dez anos, uma maga explosiva e uma guerreira masoquista que praticamente tem um orgasmo toda vez que algo ou alguém toca nela.

©Studio Deen/Natsume Akatsuki

Merecem destaque: Satou Kazuma e Darkness.
Surpreenderam: Aqua e Megumin.
Poderiam ser mais aproveitados: Wiz e Yunyun.

Analise técnica

A animação ficou responsável pelo Studio Deen que conseguiu entregar um anime bonito visualmente, porém, não é o melhor em animação mas vale citar algumas cenas muito bem trabalhadas como a do episódio que em poucos segundos a personagem Aqua tem mais de trinta expressões faciais em uma unica cena e isso é de se elogiar. Alguns traços são mal-feitos, propositalmente, para levar mais humor a obra e isso, no meu ponto de vista, conseguiu deixar a mesma mais engraçada em varias cenas.

©Studio Deen/Natsume Akatsuki

A trilha sonora com composições de Masato Coda é excelente, tanto para momentos cômicos; como para momentos épicos. Há algumas OST´s que não combinam tanto assim ou simplesmente não são tão boas quanto outras, porém, são tocadas em momentos mais monótonos e não chegam a ser um problema tão grave.

Composição de série

O anime já começa mostrando que as coisas ali seriam diferente, pois temos o protagonista morto e com isso ele vai parar em um lugar que seria como “a porta para o céu” e uma deusa aparece; e lhe fala que ele pode entrar no céu ou renascer em um outro mundo se quiser, com o privilegio de escolher qualquer item que quisesse. Óbvio que o mesmo aceita a segunda opção, mas no lugar de um item qualquer, ele acaba levando a própria deusa consigo.

©Studio Deen/Natsume Akatsuki

Acho interessante o sistema de o protagonista poder reviver no mundo de fantasia logo após sua morte, pois ele teria o mesmo privilegio de ter um pedido de renascer; como foi quando o mesmo morreu na vida real mas sem a possibilidade de levar um item. Com isso, podemos chegar a conclusão que o mesmo é imortal, mas acho que isso não justifica suas mortes vergonhosas.

©Studio Deen/Natsume Akatsuki
Recomendação aos nossos clientes

A recomendação da Café Stile é que você assista esse anime, simplesmente, por ele fugir um pouco dos padrões do gênero fantasia e ser mais descontraído. Então, se você quiser um anime sem muito compromisso apenas para dar muitas risadas, esse é um prato cheio tanto para os que gostam do gênero fantasia quanto para os apreciadores de um bom-humor.

Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku o pode ser conferido no catálogo do serviço de streaming Crunchyroll.

Nota final: 8  – Cappuccino

Posts relacionados