Animes Blog Reviews

Review: Shichisei no Subaru

©Lerche/Noritake Tao
Shichisei no Subaru – Descrição técnica 

Diretor: Yoshihito Nishōji
Autor original: Noritake Tao
Estúdio: Lerche
Adaptado de: Light Novel
Gênero: Ação, Fantasia, Ficção Científica, Jogo

Personagens

Normalmente, por mais que uma obra disponha de um enredo ruim, o telespectador às vezes insiste em vê-la até o fim pelo carisma dos personagens. Shichisei apresenta a nós bons personagens, entretanto, é perceptível que faltou espaço para que os mesmos crescessem. Todos seguem a datada fórmula de características do meio comum, nada de inovador; o que chega a ser maçante. 

©Lerche/Noritake Tao | “Ao lado a melhor personagem da obra, Satsuki. A outra é somente a protagonista.”

A dupla de protagonistas é extremamente irritante. Começando pelo Haruto. Sinceramente, quando comecei a gostar dele, certas atitudes do mesmo decepcionaram bastante. Outrossim, há a Asahi – a misteriosa garota que “morreu”, mas que está viva dentro do jogo (????). Ela consegue ser chata ao extremo, entretanto, confesso que ela manda bem quando está lutando. 

Merece destaque: Satsuki. 
Surpreenderam: Nozomi e Clive.
Poderiam ser mais aproveitados: Haruto, Takanori e Asahi. 

Análise técnica

Para apenas não criticar, vamos começar pelo character design. Confesso que, apesar da personalidade dos personagens terem deixado a desejar, eles foram bem desenhados por Yumiko Yamamoto – que, na realidade, sempre trabalhou mais com key animation – tendo feito essa função em obras como Classroom of the Elite

©Lerche/Noritake Tao | “Asahi e Satsuki – provando que o Character Design é bonito.”

Quanto a animação, ela estava aceitável. Entretanto, o anime pecou muito no quesito CGI. Era horrendo em algumas cenas e chegava a ser cômico. Isso, realmente, poupa mais tempo, entretanto, quando o trabalho não é bem feito, fica algo que dói os olhos. Dá para contar nos dedos os estúdios que conseguem trabalhar isso da forma correta. 

Composição de série 

Clichê. Essa é a palavra que define o roteiro do anime. Não que o fator clichê seja ruim, todavia, têm que saber utiliza-lo; e em Shichisei não chegou nem perto disso. A história conseguiu empolgar um pouco no meio da produção, sobretudo, tornou-se previsível demais e o que falar do final? Mais aberto, impossível. 

©Lerche/Noritake Tao | “O clichê das promessas.”

Ficamos o anime todo esperando saber o que aconteceu com a Asahi – se descobrimos isso no final? Não é explicado. Eles simplesmente deixam no ar; além disso, houve um romance muito forçado na linha de chegada. Decepção é um termo até sucinto para falar sobre o término de Shichisei no Subaru. 

Recomendação aos nossos clientes 

A obra, apesar de muitos pontos negativos, pode ser um entretenimento a você que busca algo diferente. Entretanto, não passa de uma mistura de Sword Art Online com Ano Hana e um roteiro que deixa muito a desejar. Se, mesmo assim, você gosta de assistir para tirar suas próprias conclusões, fique à vontade. 

©Lerche/Noritake Tao | “Se for ver, essa será sua personagem preferida. Satsuki rainha, o resto nadinha!”

Nota: 4 – Café sem açúcar 

Posts relacionados