Análises Semanais Animes Blog

Tensei Shitara Slime Datta Ken | Episódios 15 e 16: o inimigo agora é outro

 

©8bit/Taiki Kawakami & Fuse | “I believe i can fly…”
Tensei Shitara Slime Datta Ken | Episódio 15 – A Aliança da Floresta de Jura <> Episódio 16 –  Lorde Demônio Milim ataca

*Nota: Tensei Shitara Slime Datta Ken está sendo acompanhado quinzenalmente, ou seja, a cada dois
episódios; uma análise.


O mais puro Blá Blá Blá no episódio quinze

O episódio quinze de Tensei Shitara Slime Datta Ken foi tão arrastado que eu irei resumir, brevemente, em três parágrafos, começando por esse aqui, é claro. Primeiramente, o nome deste episódio é auto-explicativo para o que viria acontecer, que, no caso, foi uma aliança entre os mais diversos clãs presentes na guerra contra Gelmud. O que houve aqui foi uma reunião da ONU em escala reduzida, onde tratados foram firmados, ajuda mútua foi sacramentada e um líder declarado. E só.

Porém, outra situação que foi interessante (para mim, a melhor do episódio) foi a expulsão do Gabiru do clã dos Homens-lagarto. Depois de tudo o que ele fez contra seu pai, que, era o rei (e acabou voltando agora, bem mais forte por conta do nome lhe dado por Rimuru), sua exclusão se fez necessária. A cara dele de cão sem dono foi impagável… como foi dito em posts anteriores: Ei Gabiru, vai tomar no….

Ademais, outro ponto a se “destacar”, foi a luta entre Dwargo e Rimuru. Tudo bem que a intenção dele nunca foi realmente partir para briga, mas aquilo tudo foi tão chato. Conversas expositivas desnecessárias e muito alongadas, que, ao meu ver, fica massivo. Características nas quais Slime tem se destacado, mas não no ponto positivo. Além disso, tivemos a formação da nação dos 318. Quero dizer, a chegada da “Federação Jura Tempest”, um novo reino, comandada por Rimuru. Super legal né? Só que não. E o episódio quinze acaba aqui. Difícil de engolir, hein?

Episódio dezesseis foi melhor mas…

Devo-lhes dizer que realmente esse episódio, pelo nome, me deu uma expectativa interessante sobre o que viria a acontecer e ela foi parcialmente preenchida, porém, a sua resolução foi muito aquém do esperado, mas pode melhorar. Ficou confuso? Eu também, mas irei lucida-los.

O episódio se desenrolou tecnicamente bem, fluindo entre os momentos mais passivos de uma vitória pós-guerra, diálogos e, ao fim, lutas. Somos aqui apresentados aos inimigos que serão um grande desafio para Rimuru e sua trupe: os Lordes Demônios. O que é interessante de se notar, apesar de terem um objetivo, é que são independentes entre si e cada um pensando no seu “próprio umbigo”. Essa é uma coisa que é batida, ver inimigos que diferem-se entre si, porém, acho de importância e de entendimento essa questão.

E a luta entre um dos Lordes Demônios, que é a que dá nome ao episódio, a Milim e os seus subordinados foram boas, e deu realmente a eles uma sensação de perigo que faltava ao anime. Isso achei bastante interessante, apesar de necessária para dar um grau maior de perigo àquele mundo. Até o próprio Rimuru vê que ela não é uma adversária qualquer. Muito pelo contrário. É uma oponente bastante poderosa e que faria frente ao seu poder.

Porém, a sua resolução, foi muito fraca. A aceitação passiva da Milim foi uma coisa muito rasa e muito fácil. É sério, Slime? Que você cria uma resolução dessas? Achei péssima. Apesar de no final, explicarem teoricamente, os motivos dessa aliança feita entre Milim e Rimuru foi horrível, as cenas de fã service foram desnecessárias. Ainda mais na Milim, que, tem um visual mais de criança e tal, enfim, foi um somatório de coisas ruins que o anime nos passou perto do fim do episódio.

Ademais, um adendo aqui. Para não dizer que tudo foi ruim neste episódio, tivemos a evolução do Gabiru. Ele virou meio um lagarto de asas, mais parecendo um dragão, e as cenas nas quais ele aparece e fala me tirou risadas. Essa parte do episódio achei muito divertida.

Veremos como será a construção dos próximos episódios, para que possamos ver realmente uma grande ameaça para o Rimuru. Tivemos, parcialmente, esta sensação de perigo, mas que se resolveu da maneira Slime de resolver.

Nota C – Muffin de chocolate


©A-1 Pictures/Miyuki Nakayama | “Minha cara para as resoluções dos episódios…”

Tensei Shitara Slime Datta Ken está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Posts relacionados