Análises Semanais Animes Blog

The Promised Neverland | Episódio 7: Gado Abatido?

©CloverWorks/Kaiu Shirai/Posuka Demizu | “Essa mulher sempre me assusta”
The Promised Neverland | Episódio 7 – 011145

*Nota: The Promised Neverland está sendo acompanhado semanalmente, ou seja, toda semana haverá uma análise.

A análise semanal de The Promised Neverland está saindo pra vocês e dessa vez com o episódio 7. Nesse capítulo percebemos cada vez mais as crianças chegando perto do objetivo de escapar da fazenda, o trato com a Irmã Krone e ainda uma despedida inesperada. Mas será mesmo que isso foi um adeus, ou o anime ainda vai nos pregar uma peça? Venha comigo acompanhar a análise deste episódio.

O Trato Com o “Diabo”

O episódio começa exatamente após o gancho dado no episódio anterior, onde ficamos sabendo que a Irmã Krone sabia de todo o plano das crianças para escapar daquela fazenda. É interessante salientar que em certos momentos, em episódios anteriores, vemos uma movimentação de câmera, que a princípio, na minha concepção, foi uma jogada para dar maior suspense na obra. Porém, vemos que este recurso foi utilizado para subliminar uma pessoa que está a observar outras na sombra. Foi bastante interessante de se notar isso.

Ademais, vamos voltar a analisar o episódio. Aqui, como foi dito, foi firmado uma parceria entre a Irmã Krone e as crianças que estavam ali na floresta, que são Norman, Emma, Don e Guilda. E é aqui que temos algumas coisas interessantes. Já vimos, em episódios anteriores, que a Irmã Krone quer se tornar a “Mamãe” daquela fazenda. Entretanto, para conseguir tal feito, precisa tirar quem já está lá, que no caso é a Isabella.

E todas as situações na conversa dali da floresta foram de suma importância para entendermos melhor as motivações da irmã. Não vou falar elas aqui, porém toda construção de diálogos e de motivações são grandes e factíveis, de modo a nos fazer pensar: se você estivesse naquela situação faria o mesmo? Em um mundo distópico, a sobrevivência é colocada em primeiro plano, de modo que, por mais que seja algo que julgamos ser ruim, nós não estamos naquela situação. Somos meros expectadores dela. Vivenciar aquilo é uma outra situação. Como falei, só poderemos entender todo contexto, e toda as ações se analisarmos friamente o que se passa realmente na cabeça de quem vivenciou. E cabe a você, caro leitor, julgar se é certo ou é errado.

A Conversa

Depois de toda conversa na floresta, há uma entre as crianças mais velhas e que estão orquestrando todo plano de fuga. Ali é analisado, principalmente por Norman e Ray o “mistério” da ajuda da Krone para com eles. E esse “entendimento do porque”, foi até bem simples, e eu também já tinha levado esse meu pensamento para esta linha de raciocínio. Mas entre eles ali, incentivados por Norman, eles arquitetam meio que um plano para manipular a irmã Krone, para faze-la revelar algumas coisas. Mas vemos que o tiro saiu pela culatra. Mais pra frente falamos disso.

Vemos que a Mamãe Isabella recebeu uma caixa, caixa essa com algumas coisas, especialmente um pacote e uma carta que será de suma importância pro final deste episódio.

Vemos que a Krone chama as crianças para terem uma conversa em seu quarto para dar detalhes e contar tudo aquilo que eles quisessem saber e Norman e Emma são representados para tal conversa no quarto. Algumas perguntas são feitas das crianças para com a irmã, mas nada muito revelador a princípio. Porém, algumas delas foram interessantes e reveladoras, como por exemplo, a existência de outras fazendas, não somente aquela em que as crianças vivem. A própria Krone diz que nasceu na casa Grace Field. Então, pra eles foi uma surpresa, tecnicamente falando. O que abre um leque de possibilidades.

Continuando…

Outras coisas foram sendo reveladas, como a existência de humanos lá fora, como funciona a distribuição de roupas e alimentos e tal. E ela diz, que muitos humanos “se misturam” com os demônios. Mas como assim se misturam? O que ela quis dizer? Isso nos leva a mais questionamentos acerca dessas criaturas e principalmente, dos humanos que existem lá fora.

Lembram que o plano de tentar manipular a irmã foi um tiro pela culatra? Pois bem, aqui vemos isso, quando ela percebe que praticamente todas as informações passadas por ela, principalmente no âmbito dos rastreadores e onde ficam, não causou espanto em Emma e em Norman. Não somente por isso mas também por certas expressões faciais que demonstraram que eles já sabiam da situação e isso foi importante, para entendermos o quanto a experiência se faz necessária.

Apesar de serem crianças super inteligentes, elas não tem a malícia digamos de um adulto, em “enganar” com maestria. E a irmã Krone soube exatamente quando havia acontecido. Isso parece simples e bobo, mas que faz total diferença quando pegamos a situação de adultos e crianças.

O Pacote Do Adeus

Lembram que lá atrás, a Isabella recebeu um pacote do exterior, com algumas coisas dentro, nos quais tinham um pacote e uma carta? Pois bem, agora tudo isso vai ter sentido, pelo menos um pouco. Vemos que o pacote trazia uma câmera fotográfica antiga, que foi endereçada a Ray, por ser um “espião” da Mamãe. E vemos que essa câmera desempenhará um grande papel na fuga deles, pelo menos é o que deixou transparecer.

E vem algumas conversas entre as crianças sobre o que cada um irá fazer na fase atual do plano. E vemos a Irmã Krone questionando a atitude das crianças para com ela e por quais motivos eles mentiriam? E ela percebe que precisa achar pistas no quarto deles, para poder destronar a Isabella do posto. Só que, percebemos que já era um plano das crianças. Meio que elas sabiam que ela tentaria essa invasão e o plano deles de manipula-la estava seguindo seu curso.

Porém, vemos a Isabella bater na porta da Krone com uma mini faca na mão. Aí eu pensei, “ela descobriu. Vai matar a Irmã”. Mas não a matou, entretanto, entregou-a uma carta, que ao que parece, seus dias em vida estão contados e que a morte dela vai chegar em breve. E com esse gancho, de sabermos o que realmente há escrito na carta e se a irmã vai morrer mesmo, o episódio acaba.

Em Linhas Gerais

Esse episódio foi muito bom. Explicações plausíveis sobre motivações e até onde você está disposta a sobreviver foram colocadas em cheque. O desenvolvimento de personagens também foi um ponto alto aqui, fora que o enredo está seguindo seu fluxo, de contextualização de mundo, o que realmente há lá fora, enfim. Foi explicado um pouco de cada coisa, de modo a não deixar o telespectador viajando sem entender nada.

Ademais, eu gostei de todos os pontos tratados e a sensação que me passa, é que a direção do anime está melhorando a cada episódio e me empolga para o que virar daqui até o final do anime.

Nota: A – Brownie de chocolate com doce de leite

©Pine Jam/Sekina Aoi | “A Aguri representa minha felicidade com a crescente dos episódios”

The Promissed Neverland está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll e também pelo HiDive.

Posts relacionados